#Dica 7: Cuidado com a Lei de Gérson




O sistema permite que você registre várias músicas com um único registro, desde o início da formação do produto
já sabíamos que haveria a possibilidade dessa “malandragem” e não nos importamos com isso, se quiser fazer, vá em
frente, no final quem sai perdendo é você.

Se você pegar 10 músicas de 3 minutos cada uma e “juntar” em um único
registro (um MP3 de 30 minutos), ele vai sair com um único “Título da Obra”, isso já vai atrapalhar você caso ocorra
algum plágio. Como você registrou 10 músicas ao mesmo tempo, cada uma delas corresponde a 1/10 da “obra” (que já
saiu com o nome errado, né?), no caso de plágio, será avaliada a obra na íntegra e vai ficar bem mais complicado
caracterizar o plágio se for plagio de um estrofe, por exemplo.

Esse procedimento também vai prejudicar a comercialização
da música, na hora de transacionar esse direito autoral (licenciar, liberar, etc…) vai dar problema.

Se você quer
mesmo ficar protegido, faça uma música de cada vez ou registre somente a letra, como uma coletânea de poemas, a opção
é sua, #ficaadica.

Registre as músicas separadamente ou assuma o risco.

1

About the Author:

Comments

Deixe uma resposta