Menos plágio e mais segurança para o seu negócio é o que garante o sistema de certificação da startup Avctoris.com



Avctoris, startup que atua com registro de direito autoral (copyright) certifica designers, publicitários e ilustradores. O objetivo é qualificar os profissionais e reduzir drasticamente problemas relacionados a denúncias de plágio, muito comuns no segmento criativo.

O problema do plágio, e também das denúncias falsas de plágio é recorrente. Todos os anos vemos dezenas de casos na imprensa; alguns comprovados e outros sem nenhum fundamento.
Mas, mesmo sendo falsos, abalam a imagem das empresas que contratam o trabalho e dos profissionais que são acusados.

Por outro lado, casos menos notórios de plágio dão enorme prejuízo aos criativos, pois, em geral, a absoluta maioria (especialmente freelancers), não tem os meios adequados para comprovar sua autoria e, sem isso, não é possível resguardar seus direitos nem o de seus clientes, todos perdem.

É comum ouvir
histórias de casos de plágio e pirataria onde ninguém foi punido. Por que isso acontece?

Muitos profissionais da Economia Criativa, mesmo os que têm formação acadêmica, nunca foram corretamente instruídos sobre o funcionamento do sistema internacional de Copyright (Direito Autoral) e, por falta de informação, na maioria das vezes eles não possuem os instrumentos adequados para comprovar a autoria de seus trabalhos.

Criminosos
se aproveitam da inocência e da falta de informação dos profissionais criativos para, literalmente, roubá-los! Mas isso prejudica também aos seus clientes que acabam por ser vítimas de plágio, pirataria e vêem seu investimento usurpado.

Nem mesmo as melhores universidades tratam o assunto como deveriam, muitas vezes os profissionais se formam sem terem tido uma única aula sobre como proteger suas criações ou mesmo sem serem informados da
importância dessa proteção.

Imagine que você contratou um ilustrador para fazer uma estampa para sua coleção nova de camisetas, todos agiram corretamente mas por qualquer motivo, ninguém lembrou de proteger os direitos autorais (aliás, isso é de responsabilidade do autor). Então você descobre que outra empresa, quem sabe até em outro país, está usando essa estampa sem autorização.

O quê você faz? A resposta é: NADA!

Porque se você não tem como comprovar adequadamente a autoria, não tem o instrumento para tomar as medidas necessárias, é como comprar um terreno sem fazer a escritura, se alguém invadir, você não pode fazer nada.

Com esse entendimento o Avctoris, startup que atua com o registro on-line de direitos autorais (copyright) está criando o Avctoris.club, um projeto que une um programa de CERTIFICAÇÃO, um MARKETPLACE e um PROGRAMA
DE BENEFÍCIOS.selo2_avctoris_certified_pro

Para os empresários será a garantia de encontrar designers, ilustradores e publicitários habilitados, que entregam seus trabalhos com a devida proteção legal. Neste caso, o risco de plágio é reduzido pois os profissionais entregam seu trabalho com o devido REGISTRO de Direito Autoral, garantindo para si os direitos morais do autor e para seus clientes os Direitos Patrimoniais da obra. Ou seja, o direito da exploração comercial dela.

Com isso, ambos terão muito
mais segurança e, caso aconteça um caso de pirataria ou plágio, tem como acionar judicialmente os infratores, estejam eles em qualquer dos 172 países nos quais registro é válido.

 

E para os criativos, há algo mais?

Os criativos, além da proteção do seu trabalho, contarão com um marketplace para divulgar seu trabalho. Um local onde possíveis clientes (prospects) poderão encontrá-los, ver seu portfólio, conhecer suas qualificações, etc…

Além disso, os membros do Avctoris.
club terão uma série de benefícios, como descontos em serviços do Avctoris e de seus parceiros, serviços exclusivos e um programa de recompensas.

O lançamento oficial está previsto para 16/01/2017.

 

0

About the Author:

Consultor em propriedade intelectual desde 1997, colunista de diversos sites e blogs (já publicou mais de 200 artigos), hard-user de internet e empreendedor compulsivo e agora: startupeiro! (Em resumo: o cara é completamente maluco!)

Deixe uma resposta